Pesca de Carpa Cabeçuda

A maior espécie encontrada em pesqueiros, pode chegar a pesar 50 kg. Considerada “manhosa” ela exige paciência do pescador e habilidades técnicas para a sua captura.

Entre as suas características, é visível que esta espécie não ataca seu alimento, fazendo apenas soltar um jato de água perto do anzol que faz a massa se libertar. Por isso, é importante usar um anzol em formato “chuveirinho” e para apoitá-la no lugar desejado, use chumbo de tarrafa ou chumbo poita, de 30 a 40g.

Normalmente se alimenta de pequenas partículas que filtra na água e tem preferência por alimentos doces, como banana com mel, amendoim, frutas, leite condensado, batata doce, leite em pó, açúcar cristal, paçoca, entre outros. Resumindo, é um peixe onívoro e come todo o tipo de alimento.

A Pesca da Carpa Cabeçuda no Pesque Pague Gabardo é bastante procurada por seu enorme tamanho e beleza exótica.  No pesqueiro já foram pescados (e devolvidos, é claro) espécimes acima de 25kg.

No Pesque Pague Gabardo, são acostumadas a comer ração flutuante, podendo ser usada a técnica da boia cevadeira, pois possuem o hábito de comer o que encontra na superfície.

Para sua comodidade, fornecemos a ração para “cevar” e também para colocar no anzol.

Enviar fotos de Pesca da Carpa Cabeçuda para publicação no site (somente fotos obtidas no Pesque Pague Gabardo).